Coronavírus

A importância da alimentação artificial em doentes 

Luís Dinis

Luís Dinis

Repórter de Imagem

Francisco Carvalho

Francisco Carvalho

Editor de Imagem

Uma alimentação que não é comparticipada pelo Estado. 

Saiba mais...

O hospital de São João, no Porto, alerta para a importância da alimentação artificial em pessoas doentes, nomeadamente para quem já contraiu a covid-19.

Uma alimentação através de suplementos que não é comparticipada pelo Estado, o que segundo a Diretora do Serviço de Nutrição do Hospital, Doutora Cristina Teixeira, é uma grande lacuna nos cuidados de saúde.

Quem está ou esteve doente pode não conseguir dar resposta às necessidades nutricionais com a alimentação habitual e, por isso, é preciso recorrer a suplementos nutricionais para colmatar as necessidades de cada doente. Uma alimentação que, de acordo com a doutora Cristina Teixeira, também ajuda a prevenir futuras complicações.

Os doentes que já contraíram a covid-19 e têm dificuldade em fazer uma corrida, subir escadas ou até mesmo em caminhar, podem melhorar a sua condição através de suplementos proteicos e de atividade física.