Coronavírus

Movimento "Sobreviver a Pão e Água" volta à rua

Os empresários exigem a reabertura dos setores da restauração e da animação noturna.

Saiba mais...

Os empresários da restauração e estabelecimentos noturnos estão cada vez mais desesperados. Esta segunda-feira voltam aos protestos na rua, agora em frente ao Parlamento. Exigem ajuda e a reabertura do setor.

“Voltar por Portugal e pelos portugueses”. Este é o um dos lemas do regresso à rua do movimento "Sobreviver a Pão e Água”. Os empresários dos setores da restauração e dos estabelecimentos noturnos estão cansados de não serem ouvidos e, por isso, rumam esta segunda-feira até à Assembleia da República.

José Gouveia, um dos organizadores do protesto, explica que os empresários querem ser ouvidos, uma vez que são eles quem percebe melhor dos negócios que gerem. Lembra também que os apoios dados aos empresários do setor da animação noturna foi quase nulo e que, desde fevereiro deste ano, é mesmo inexistente.

Esta não é a primeira manifestação organizada pelo movimento "Sobreviver a Pão e Água”. O descontentamento já vem de há muito. No final do ano passado, alguns membros do movimento tinham estado em greve de fome durante uma semana, acampados à frente da Assembleia da República.

Veja mais: