Coronavírus

Ordem dos Médicos apresenta hoje proposta de nova matriz de risco

Pedro Nunes / Reuters

Feita em parceria com o Instituto Superior Técnico.

A Ordem dos Médicos vai apresentar hoje uma proposta de uma nova matriz de risco, feita em parceria com o Instituto Superior Técnico.

A Ordem considera que a atual matriz não é suficientemente completa para avaliar o impacto do vírus e para que a economia possa funcionar em simultâneo com a proteção da saúde.

Para a OM, "a evolução da pandemia exige que a avaliação do impacto do vírus SARS-CoV-2 seja feita de forma mais global" e a atual matriz de risco "já não é uma ferramenta suficientemente completa" para que a economia possa funcionar em simultâneo com a proteção da saúde da população.

O bastonário Miguel Guimarães afastou recentemente a necessidade de "grandes medidas de confinamento", mas defendeu o reforço de outras, como o uso de máscara, mesmo para as pessoas vacinadas, e a realização massiva de testes rápidos de antigénio para controlar surtos em casamentos, batizados, e em atividades culturais e desportivas.

A matriz de risco usada atualmente pelas autoridades de saúde inclui os dados do Rt -- que estima o número de casos secundários resultantes de uma pessoa infetada -- e da incidência de novos casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

VEJA TAMBÉM:

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros