Coronavírus

Cuba regista "aumento dramático" de casos covid-19

Alexandre Meneghini

A variante Delta já está presente em grande parte das regiões da ilha caribenha.

Saiba mais...

Cuba registou um "aumento dramático" do número de pessoas infetadas por covid-19, com uma média diária de 6.199 casos esta semana, anunciou esta quarta-feira a Organização Pan-Americana de Saúde.

De acordo com esta organização, a variante Delta do coronavírus já está presente em grande parte das regiões da ilha caribenha, naquela que é considerada a pior vaga da pandemia no país.

Os números indicam 43.000 casos registados esta semana, o que representa um aumento de 21% comparando com a semana anterior.

Significa que em média foram detetados 6.199 casos diários, mas a organização não relaciona este aumento de contágios com os recentes protestos antigovernamentais.

"O número de casos de covid-19 e de mortes está a subir em Cuba, onde várias províncias registaram aumentos dramáticos de contaminações", em particular a zona turística de Matanzas, afirmou a diretora daquela organização, Carisse Etienne.

Para fazer face a este agravamento, a Organização Pan-Americana da Saúde vai enviar para Cuba, nos próximos dias, um carregamento de 12 toneladas de medicamentos, exames laboratoriais e máscaras, entre outros produtos.

Também a Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos vai apoiar a ilha através da doação de 800 mil seringas para a vacinação.

Cuba, que não comprou vacinas no mercado internacional, está atualmente a desenvolver vacinas para combater a covid-19, sendo que as fórmulas Abdala e Soberana 02 são as duas mais avançadas das cinco criadas pelas suas instituições científicas.

Dos 11,2 milhões que habitam a ilha, mais de três milhões receberam pelo menos uma dose das fórmulas que foram desenvolvidas durante os ensaios clínicos.

As autoridades cubanas contam ter 70% da população vacinada até agosto.

Veja mais:

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino