Coronavírus

Associações de patrões querem testar não vacinados, mas recusam pagar testes

Ministra da Saúde diz que testes à covid-19 fazem sentido em alguns contextos. 

Saiba mais...

As associações patronais querem que os trabalhadores que não se quiseram vacinar sejam testados regularmente. A CIP propõe até que sejam os próprios trabalhadores a pagar os testes. O Governo e sindicatos concordam com a testagem, mas empurram a fatura para as empresas.

A ideia é dar segurança aos clientes em serviços de contacto com o público, mas também evitar potenciais conflitos no local de trabalho, entre a maioria que se vacinou e a minoria que usou da liberdade de não o fazer.

Os patrões estão unidos na solução: trabalhador que não se vacinou deve ser testado regularmente.

A CIP propõe que seja a própria pessoa a suportar os testes. O Governo, para já, não se compromete em torna-la lei.

As associações patronais admitem que algumas empresas até decidam assumir esse custo, mas recusam assumir a responsabilidade quando há uma vacina que é gratuita.

Leia mais: