Coronavírus

Covid-19: Sidney e Madrid aliviam restrições 

Em escalas diferentes, as duas cidades vão aliviar restrições a partir desta segunda-feira.  

Saiba mais...

Apesar da variante Delta ainda não estar controlada na Austrália, Sidney, a maior cidade e a mais afetada pela pandemia, alivia restrições a partir de segunda-feira, devido ao aumento da vacinação contra a covid-19.

Com mais de 36% da população imunizada, em Sidney, o exercício físico na rua deixa de ter limite de horas, passam de duas para cinco as pessoas vacinadas que podem reunir-se e os casamentos podem ter até 11 pessoas.

No estado de Victoria, há uma data definida para um regresso à normalidade possível.

O anúncio surge um dia depois dos protestos em Melbourne, que se replicaram por outras cidades australianas contra o confinamento.

Em Madrid, a preocupação das autoridades está nas festas de rua. Mais de 25 mil pessoas estiveram naquele foi o maior ajuntamento dos chamados botellón, desde o início da pandemia.

A partir desta segunda-feira, a comunidade de Madrid alivia restrições.

Os bares e discotecas podem alargar o horário das 02:00 para as 06:00 e o comércio volta a ter a lotação máxima.

Leia também:

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia