Coronavírus

Covid-19: investigador explica porque não é a altura certa para deixar a imunidade natural acontecer

31.12.2021 10:14

Entrevista SIC Notícias

Loading...

Miguel Prudêncio, investigador do Instituto de Medicina Molecular, na SIC Notícias.  

Miguel Prudêncio diz que ainda não é possível perceber se a imunidade natural pode ser uma boa estratégia de combate à covid-19.

Na SIC Notícias, explica que este é um "momento-chave", mas defende que não é a altura certa de deixar a imunidade natural acontecer através da "infeção descontrolada do vírus".

"Há um elemento que ainda não temos a certeza de como se comporta: qual é a percentagem de casos graves da doença que acontecem em pessoas infetadas com a Ómicron", esclarece.

O investigador adianta que, se a percentagem for "muito baixa", deixar a infeção acontecer vai conferir a imunidade natural, "sem se traduzir em consequências graves" para os infetados.

No entanto, se a percentagem foi mais elevada do que o aceitável, "então não podemos deixar a infeção espalhar-se sem controlo, porque isso ia corresponder a um número de casos graves da doença que não seria também aceitável".

Ainda assim, adianta que há uma forma de baixar esta percentagem: o reforço da vacinação.

O investigador sublinha ainda que a atual situação da pandemia é melhor do que a do ano passado e mostra-se convicto que o número de mortos registado em janeiro deste ano, não se vai repetir em 2022.

Saiba mais:

Últimas Notícias
Mais Vistos