Alterações Climáticas

Países ricos devem comer apenas carne sintética, defende Bill Gates

Países ricos devem comer apenas carne sintética, defende Bill Gates
Beck Diefenbach
"Como evitar um desastre climático" é o novo livro de Bill Gates, que promete apontar soluções para o combate à crise climática.

Os países ricos devem comer apenas carne bovina feita em laboratório, defendeu esta terça-feira Bill Gates, na apresentação do seu novo livro sobre como evitar um desastre climático.

O filantropo pediu às nações mais ricas para optarem por carne "100% sintética", de forma a combater as emissões de gases que provocam o efeito estufa.

No livro, "How to Avoid a Climate Disaster" (Como Evitar um Desastre Climático, em português), o bilionário defende que as políticas adotadas pelos governos de todo o mundo serão essenciais para evitar um desastre climático.

"Não acho que os 80 países mais pobres possam comer carne bovina sintética. Mas acho que todos os países ricos deveriam passar a comer carne 100% sintética", argumentou em declarações à revista MIT Technology Review.

A criação de gado bovino é considerada a principal responsável pela emissão de gases com efeito estufa - nomeadamente o metano - na indústria agropecuária.

A quantidade de metano na atmosfera cresceu exponencialmente entre 2000 e 2017, traduzindo-se, segundo investigadores, num aumento da temperatura até 4ºC.

Investigador português faz parte da equipa que desenvolveu carne em laboratório

Vítor Espírito Santo, natural de Braga, a viver e a trabalhar em São Francisco, nos Estados Unidos, é um dos mais de 40 que fazem parte da equipa de investigação da Eat Just, uma das mais de 80 empresas em todo o mundo dedicadas à carne cultivada, tudo feito em laboratório a partir de células.

Singapura é o primeiro território, a nível mundial a aprovar a comercialização de carne desenvolvida em laboratório. São nuggets de frango, que serão servidos num restaurante de luxo.

Loading...
Últimas Notícias
Mais Vistos