Alterações Climáticas

Depois do março mais quente de sempre, parte da Europa vive abril mais frio desde que há registos

Meteorologistas dizem que estas mudanças abruptas no tempo são mais uma prova das alterações climáticas.

Há várias regiões da Europa que estão a passar a semana de abril mais fria desde que há memória. Depois de terem tido o mês de março mais quente de sempre.

Na Suíça e na Eslovénia, as últimas 24 horas marcaram o dia de abril mais frio de sempre, desde que há registos meteorológicos, com os termómetros a chegarem aos 15 graus negativos. Juntam-se assim a várias outras regiões do continente europeu onde esta semana estão a ser batidos todos os recordes de temperaturas mínimas, para esta altura do ano.

Sopra um ar gélido, que vem do Ártico, que traz vento forte e neve, que estão a afetar grande parte da Europa Central, do Norte e dos Balcãs. Mas, mesmo no Sul, em Itália, há localidades que registaram as temperaturas mais baixas dos últimos 80 anos.

Os especialistas dizem que estas mudanças abruptas no tempo são mais uma prova das alterações climáticas que afetam todo o planeta.