Crise Energética

MAI declara "situação de alerta" e convoca reunião de emergência da Proteção Civil

JOSÉ COELHO

Medidas no âmbito da greve dos motoristas de matérias perigosas.

O ministro da Administração Interna declarou "situação de alerta" no continente entre as 23:59 de hoje e as 23:59 de 21 de agosto, e convocou uma reunião de emergência da Comissão Nacional de Proteção Civil para sábado.

Estas medidas extraordinárias são justificadas pela anunciada "greve dos combustíveis" e pela possibilidade de "serem afetados bens e serviços absolutamente essenciais à população".

"A situação de alerta é declarada na sequência da situação de crise energética decidida pela resolução de Conselho de Ministros nº 134-A/2019, face à suscetibilidade de serem afetados bens e serviços absolutamente essenciais à população", justifica o ministério liderado por Eduardo Cabrita.

Com Lusa