Crise nos combustíveis

Antram pede mediação do Governo para negociar com motoristas

Entrevista da íntegra

Antram pede mediação do Governo para negociar com motoristas

Maratona negocial de ontem acabou sem acordo.

André Matias de Almeida, porta-voz da Antram, disse este sábado no Primeiro Jornal da SIC que a contraproposta do Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas é incomportável. Revelou ainda que a associação está disposta a aceitar a mediação do Governo nas negociações, já que o sindicato se propõe a suspender a greve.

Num comunicado, a Antram explicou ainda que quer que o sindicato desconvoque a greve, de maneira a que as negociações decorram num clima de paz.

"A ANTRAM pretende demonstrar de uma forma ainda mais firme o seu inequívoco propósito de chegar a um acordo com todos os trabalhadores do sector e, nessa medida, mostra a sua total disponibilidade para integrar um processo de mediação junto da DGERT.

Dessa forma, exortamos o SNMMP, para bem dos portugueses, trabalhadores e empresas, a levantar a greve e a requerer o início de um processo de mediação. É convicção desta associação que um processo de mediação, realizado em clima de paz, poderá conduzir à solução do problema.", esclareceu a Antram em comunicado.