Crise Migratória na Europa

Manifestações em Lisboa e Porto em solidariedade pelos migrantes do campo de Moria

Criança com dois recipientes de água ao lado de abrigos destruídos pelas chamas no campo de Moria para refugiados e migrantes na ilha de Lesbos, na Grécia.

ALKIS KONSTANTINIDIS/ REUTERS

Outras cidades europeias realizam também ações de protestos em defesa dos migrantes afetados pelo incêndio que destruiu o campo de refugiados na Grécia.

Dezenas de pessoas manifestaram-se, este domingo, no Porto, para exigir a retirada imediata dos refugiados que estavam no campo de Moria, na Grécia e que ficou destruído nos últimos incêndios.

Este protesto decorreu também em Lisboa e em várias cidades europeias em defesa dos quase 13 mil migrantes que vivem em condições subumanas.

Os manifestantes pedem aos líderes políticos que acolham os 13 mil migrantes desalojados pelo incêndio da semana passada.

Os promotores da iniciativa lembram também que o novo campo para onde estão a ser transferidos também não tem condições dignas e apelam a uma mudança urgente das políticas de migração na Europa.

Veja também:

  • Covid-19. Conselho de Ministros anuncia hoje novas medidas

    Coronavírus

    O Conselho de Ministros reúne-se para decretar "ações imediatas" de controlo da pandemia. O recolher obrigatório é uma das propostas apresentadas pelo Governo aos partidos esta 6ª feira. Os EUA ultrapassaram os 9 milhões de casos de Covid-19. Protestos violentos em vários países contra as medidas de combate à pandemia.

    Ao Minuto

    SIC Notícias