Crise Migratória na Europa

Navio humanitário desembarca em porto italiano com 265 migrantes resgatados

Joan Mateu

Os menores desembarcados foram transferidos para um centro de acolhimento em Itália.

Os 265 migrantes resgatados pelo navio humanitário Open Arms em duas operações, em 31 de dezembro e 02 de janeiro, já desembarcaram no porto da cidade de Porto Empedocle, na Sicília, no sul de Itália.

"Durante a madrugada, em Porto Empedocle, acabámos de transferir as 265 pessoas que hoje iniciam uma nova vida em quarentena num lugar seguro que, esperançosamente, irá tratá-los melhor", referiu a organização não-governamental (ONG) espanhola, dona do navio de mesmo nome, em mensagens publicadas nas redes sociais espanholas.

Os menores desembarcados foram transferidos para um centro de acolhimento em Itália, enquanto os adultos ficarão em quarentena noutro navio italiano como medida para prevenir o contágio do novo coronavírus.

No seu perfil em italiano, a organização descreveu como "complexa" a transferência dessas 265 pessoas, incluindo 63 menores, 40 deles desacompanhados, e seis crianças menores de três anos, além de catorze mulheres.

"O mau tempo e as más condições do mar tornaram as operações de desembarque longas e exaustivas. Agora, finalmente, todas as pessoas resgatadas poderão descansar", afirmou a organização.

O Open Arms chegou a Porto Empedocle na segunda-feira, sob proteção das autoridades italianas, depois de navegar a noite toda desde Lampedusa (a ilha italiana mais próxima da costa africana).

Não foi imediatamente autorizado a atracar no porto siciliano, obedecendo às regras estabelecidas na Itália desde o início da pandemia do novo coronavírus, em fevereiro.

Médicos da unidade de saúde marítima italiana (USMAF) viajaram até o navio humanitário para submeter todos os migrantes a testes rápidos para a covid-19.

O Open Arms resgatou 169 pessoas no dia 31 de dezembro e outras 96 no dia 2 de janeiro, que haviam saído da costa da Líbia com destino à Europa em duas embarcações que navegavam em dificuldade.