Crise Migratória na Europa

Mais de 800 pessoas resgatadas do mar esperam autorização para desembarcar na União Europeia

A bordo dos navios de duas organizações humanitárias estão menores não-acompanhados, mulheres grávidas e um bebé de 3 meses.

Numa operação de seis horas, na madrugada deste domingo, a organização humanitária alemã Sea Watch e a francesa SOS Mediterrâneo resgataram cerca de 400 pessoas de um barco de madeira à deriva em águas da Tunísia.

Quando foi avistado por um dos navios já entrava água no barco apinhado e o motor não funcionava. As pessoas a bordo fugiam sobretudo de Marrocos, Bangladesh, Egipto e Síria.

Foi apenas uma das operações de salvamento que reuniram nos últimos dias, a bordo dos navios Sea Watch e Ocean Viking, mais de 800 pessoas resgatadas. Esperam autorização de algum país da União Europeia para desembarcar.

A ONG alemã lançou um apelo nas redes sociais: "estas pessoas passaram por horrores inimagináveis e precisam de um porto seguro imediatamente", escreveu a Sea Watch.

A bordo do navio Ocean Viking há 33 menores, 22 dos quais não-acompanhados. Duas mulheres grávidas e um bebé de 3 meses.