Crise na Venezuela

ONU apela à não violência e ações "imediatas" para restaurar calma na Venezuela

Fernando Llano

Guterres está a seguir os últimos acontecimentos "muito atentamente" e "com preocupação".

O secretário-geral da ONU, António Guterres, apelou hoje a todos os envolvidos na crise na Venezuela para "evitarem qualquer violência" e tomarem ações "imediatas" para restaurar a calma no país.

Através do seu porta-voz, Stéphane Dujarric, Guterres disse estar a seguir os últimos acontecimentos "muito atentamente" e "com preocupação".

Além disso, as Nações Unidas estão a manter contactos a diferentes níveis com os vários atores Venezuelanos e pedir-lhes "máxima moderação", segundo contou Dujarric aos jornalistas.

Esta tarde, militares venezuelanos tentaram dispersar violentamente centenas de pessoas concentradas na autoestrada Francisco Fajardo, junto da Base Área de La Carlota, em apoio ao autoproclamado Presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó.

Imagens divulgadas pela CNN deram conta do momento em que os militares lançaram viaturas blindadas da Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militar), contra os manifestantes que respondiam com o arremesso de pedras.

Manifestantes que estiveram na autoestrada explicaram à agência Lusa que tiveram que abandonar o local porque grupos de motociclistas armados, afetos ao regime [conhecidos localmente como 'coletivos'] , foram até ao distribuidor Altamira, onde efetuaram disparos para assustar os populares.

O autoproclamado Presidente da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou hoje que os militares deram "finalmente e de vez o passo" para o acompanhar e conseguir "o fim definitivo da usurpação" do Governo do Presidente Nicolás Maduro.

O Governo do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou, por seu lado, que está a enfrentar um golpe de Estado, de "um reduzido grupo de militares traidores" que estão a ser neutralizados.

Lusa

  • Quem são os Hells Angels?
    2:52
  • O preconceito e os receios em torno das doenças mentais
    30:52
  • O caos nos registos
    18:55