Daesh

Daesh reivindica atentado a Ministério dos Negócios Estrangeiros da Líbia

MOHAMED BEN KHALIFA

O ataque de terça-feira fez três mortos e 21 feridos, segundo as autoridades líbias.

O Daesh reivindicou o ataque suicida contra o Ministério dos Negócios Estrangeiros em Tripoli que provocou três mortos. A informação foi avançada esta noite pelo centro norte-americano especializado em vigilância dos movimentos 'jihadistas' (SITE).

Três "soldados do califado" com cinturões de explosivos e munidos de armas automáticas "tomaram de assalto o quartel-general do Ministério dos Negócios Estrangeiros do governo apóstata líbio", diz um comunicado o grupo divulgado nas redes sociais.

O ataque de terça-feira fez três mortos e 21 feridos, segundo as autoridades líbias.

A missão da Organização das Nações Unidas (ONU) na Líbia (Manul) e a embaixada britânica condenaram o ataque terrorista, levado a cabo por três homens que morreram na operação.

Durante a tarde, uma viatura armadilhada explodiu perto do edifício do ministério, o que levou as forças de segurança a dirigirem-se para o local. Aproveitando a 'manobra de diversão', um bombista suicida entrou no prédio e fez-se explodir no segundo andar, enquanto um outro homem morreu à entrada, quando explodiu uma mala que levava.

O terceiro atacante, que estava desarmado e levava um colete à prova de balas, foi morto pelas forças de segurança fora do edifício.

Lusa

  • Votar? É mais praia...
    2:43