Europeias 2019

Candidatos de partidos "rejeitados" pelo Patriarcado de Lisboa desvalorizam polémica

Candidatos de partidos "rejeitados" pelo Patriarcado de Lisboa desvalorizam polémica

O candidato do PS Pedro Marques desvalorizou a publicação do Patriarcado de Lisboa nas redes sociais que apelava ao voto em três forças políticas de direita. O candidato da CDU João Ferreira defendeu liberdade de voto para crentes e não crentes da Igreja Católica.

Na página de Facebook do Patriarcado de Lisboa foi publicado um gráfico induzindo ao voto em partidos como o Basta, Nós Cidadãos e o CDS, como sendo os únicos que defendem o valor da vida.

Depois de criticado e questionado sobre a publicação, o Patriarcado acabou por retirar o post , afirmando ter sido "uma imprudência".