Europeias 2019

Ainda não votou? As urnas fecham às 19:00

RODRIGO ANTUNES / LUSA

Saiba onde e como votar.

Os europeus estão a votos. São cerca de 400 milhões os cidadãos que estão a votar desde a passada quinta-feira até hoje, 26 de maio, para escolher os seus representantes no próximo Parlamento Europeu, para o mandato 2019-2024.

Hoje é a vez dos portugueses e de outras 20 nacionalidades europeias.

As assembleias de voto para eleger os deputados ao Parlamento Europeu abriram hoje, às 08:00, em Portugal continental e na Madeira, e funcionam sem interrupção até às 19:00.

Nos Açores, a votação também se realiza entre as 08:00 e as 19:00 locais (09:00 e 20:00 de Lisboa, devido à diferença horária de 60 minutos).

Em Portugal, estão recenseados cerca de 10,7 milhões de eleitores para a votação de hoje, mais de um milhão do que na anterior eleição para o Parlamento Europeu, em maio de 2014.

751 eurodeputados a eleger

Cada Estado-membro elege um número fixo de deputados ao Parlamento Europeu, entre seis, no caso de Malta, Luxemburgo, Chipre e Estónia, e 96, no caso da Alemanha.

Portugal elege 21 eurodeputados, o mesmo número das eleições de 2014.

Quando o Brexit se efetivar, e com a saída dos 73 deputados britânicos, o Parlamento Europeu e o Conselho Europeu concordaram com uma redução dos deputados de 751 para 705 lugares.

Os lugares deixados vagos pelo Reino Unido serão reafetados a países que se encontram sub-representados, caso de França e Espanha (ganham cinco, para chegar aos 79 e aos 59, respetivamente).

Itália e Holanda, com três, e Irlanda, com mais dois eurodeputados, são os outros beneficiados, numa lista em que Polónia, Roménia, Dinamarca, Suécia, Áustria, Eslováquia, Finlândia, Hungria e Estónia conquistam um eurodeputado cada.

Como e onde votar

Para saber onde votar, pode consultar a sua junta de freguesia, o portal do Ministério da Adminitração Interna ou envie uma SMS - gratuita - para 3838, escrevendo a mensagem:

RE (espaço) número de CC/BI (espaço) data de nascimento (ordenada por ano, mês e dia AAAAMMDD)

Exemplo: RE 1234567 19820803

O boletim de voto

O boletim de voto para as eleições europeias 2019 publicado no site da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

A ordem dos partidos nos boletins de votos foi sorteada no Tribunal Constitucional a 16 de abril último.

Pessoas cegas podem votar nas europeias através de voto em braille

As pessoas cegas poder votar nas eleições europeias de forma autónoma, segura e secreta através dos boletins em braille disponíveis em todas as mesas de voto.

Matriz de braile para sobrepor ao boletim de voto

Matriz de braile para sobrepor ao boletim de voto

NUNO FOX / LUSA

A secretária de Estado para a Inclusão das Pessoas com Deficiência explicou que quando a pessoa cega se dirigir à sua mesa de voto, ser-lhe-á entregue uma matriz que já tem um boletim de voto no interior, e graças à qual a pessoa consegue identificar os partidos e assinalar a cruz num quadrado recortado, sendo que cada partido corresponde a um número.

Antes de votar é entregue uma folha explicativa onde é feita a correspondência entre o número da candidatura e o respetivo partido para que depois a pessoa identifique facilmente na matriz o número que quer assinalar.

"Uma vez feito o voto, a pessoa tira o boletim do interior da matriz, dobra-o em quatro. Tem uma linha guia colocada na parte branca para saber que é aquela parte que tem de ficar para fora no momento que dobrar o voto em quatro", explicou Ana Sofia Antunes.

Voto eletrónico

No caso do voto eletrónico, a máquina funciona de forma tátil, através de um sistema de voz e com recurso a auriculares. Está ligada a uma impressora que, no final do processo, imprime o voto em papel para depois ser colocado na urna.

ANTÓNIO CARRAPATO / LUSA

Quando se sabem os resultados

A publicação de resultados nacionais e de projeções de lugares terá início a 26 de maio a partir das 18:00 GMT+2, 20:00 em Lisboa.

A primeira projeção sobre a composição do Parlamento Europeu deverá ser divulgada pouco depois das 20:15 GMT+2, 22:15 em Lisboa.