Europeias 2019

PS satisfeito recusa encarar abstenção como derrota

PS satisfeito recusa encarar abstenção como derrota

Reação dos socialistas às projeções que apontam para entre 65% a 70% de abstenção.

O diretor da campanha do PS para as eleições europeias mostrou-se este domingo "satisfeito" e "feliz" e disse não encarar a abstenção como uma derrota, situação que atribuiu à "história" dos atos eleitorais.

"O PS está satisfeito, feliz e à espera que possamos ter resultados para podermos festejar uma vitória", resumiu João Azevedo, numa primeira reação do PS às projeções que apontam para entre 65% a 70% de abstenção no ato eleitoral.