Eleições no Brasil

Lula da Silva lidera sondagens, mas afasta-se da vitória na primeira volta

Loading...
Em campanha, Bolsonaro afirma que o preço do gasóleo vai cair quando começarem a importar da Rússia.

Lula da Silva lidera as sondagens para as Presidenciais brasileiras de 2 de Outubro, mas a probabilidade de uma vitória na primeira volta é agora mais reduzida. Também em campanha, Jair Bolsonaro destacou o crescimento da economia e a descida do preço da gasolina.

A um mês da primeira volta, as sondagens não dão motivos de celebração a Bolsonaro. Mas o Presidente do Brasil aponta para o crescimento da economia do país. Em São Paulo destacou novos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que revelam uma subida do PIB em 1,2%.

Bolsonaro realça também a descida do preço da gasolina anunciada pela Petrobrás e garante que o custo do gasóleo vai cair assim que o país começar a importar gasóleo da Rússia.

Lula da Silva visitou o estado do Pará, onde reforçou que, se for eleito, voltará a criar um Ministério da Cultura – um organismo que o Governo de Bolsonaro extinguiu, integrando a pasta no Ministério da Cidadania.

O candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) referiu-se ainda a Bolsonaro como genocida, responsabilizando o Presidente pelo colapso do sistema de Saúde de Manaus, no Amazonas, durante a pandemia.

Lula lidera as mais recentes sondagens com 45% de intenção de votos, Bolsonaro soma 32%. Ciro Gomes, do Partido Democrático Trabalhista, surge com 9%. Simone Tebet, do Movimento Democrático Brasileiro, com 5%.

Últimas Notícias
Mais Vistos