Eleições no Brasil

Lula e Bolsonaro voltam à campanha eleitoral centrados na religião

Loading...

Bolsonaro iniciou esta segunda fase da campanha apelando ao voto evangélico, Lula da Silva recebeu uma imagem de Santo António e bençãos de padres franciscanos.

No Brasil já arrancou a campanha para a segunda volta das eleições presidenciais e começam a surgir os apoios aos dois candidatos que vão a votos no dia 30.

Com fé na segunda volta, Jair Bolsonaro, que na primeira ficou a cerca de 6 milhões de votos de Lula da Silva, fez o arranque da nova campanha numa igreja evangélica em São Paulo.

Das mãos de padres franciscanos, Lula recebeu à mesma hora e também em São Paulo, uma imagem de Santo António e várias bençãos, incuindo ao cachorro que se tornou mascote da campanha do ex-presidente.

Estes são dias cruciais para definir apoios para conquistar o Palácio do Planalto.

Ciro Gomes anunciou que vai estar do lado de Lula da Silva.

Bolsonaro recebeu o apoio de governadores de peso incluindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais e também de Sérgio Moro, recém-eleito senador pelo estado do Paraná. Apesar das divergências com Bolsonaro, com quem trabalhou como ministro da Justiça nos dois primeiros anos de Governo, o antigo juiz da Operação Lava Jato considera que Lula da Silva não é uma opção.

Já o PSDB abstém-se de escolher entre Lula e Bolsonaro preferindo manter a neutralidade na segunda volta e libertando assim os comités regionais e filiados para anunciarem o apoio que desejam de acordo com as convicções de cada um.

Mais de 150 milhões de brasileiros devem escolher entre Bolsonaro e Lula da Silva na segunda volta marcada para 30 de outubro.

Últimas Notícias
Mais Vistos