Eleições nos EUA

Kamala e Pence são "dois candidatos em universos completamente diferentes" tal como "Biden e Trump"

A análise de Pedro Cordeiro, editor de Internacional do Semanário Expresso, ao debate entre os dois candidatos a vice-Presidente dos Estados Unidos.

O atual vice-Presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, e a candidata democrata ao cargo, Kamala Harris, encontraram-se em Salt Lake City, no Estado de Utah, para o único debate vice-presidencial das eleições de 3 de novembro.

Pedro Cordeiro, editor de Internacional do Semanário Expresso, considera que este debate foi "um debate muitíssimo mais elevado do que aquele da semana passada".

"Discutiu-se assuntos concretos que interessam bem mais ao americano comum do que as trocas de insultos entre Donald Trump e Joe Biden."

O que sai deste debate são "dois candidatos em universos completamente diferentes, como já acontece com Biden e Trump".

"Kamala Harris esteve ligeiramente superior por ter conseguido, nalguns momentos importantes apontar fragilidades à Administração Trump, seja na gestão da pandemia, seja na revelações recentes sobre as declarações fiscais de Donald Trump, seja finalmente na eficácia com que apontou uma série de nomes importantes do partido republicano que não apoiam Trump."

Para Pedro Cordeiro foi um debate mais elevado, talvez "não decisivo, mas de certeza mais esclarecedor".

O editor de Internacional do Semanário Expresso explica também o papel fundamental do vice-Presidente nas eleições deste ano, porque ganhe Trump ou Biden, será o Preseidente mais velho dos EUA a tomar posse.

Ou seja, Kamala Harris ou Mike Pence poderão substituir ou suceder ao líder da Casa Branca em caso de impedimento de continuação do Presidente que vai ser eleito em 3 de novembro.

Donald Trump, com 74 anos, é o Presidente mais velho que já ocupou a Casa Branca e Joe Biden, que completa 78 anos em 20 de novembro, pode vir a tornar-se o mais velho se for eleito.

Veja também:

  • 17:19