Eleições nos EUA

Eleições nos EUA. Republicanos recuperam vantagem no Senado

Butch Dill

Candidato Tommy Tuberville destronou, no Alabama, o senador democrata Doug Jones.

Os republicanos recuperaram a sua vantagem no Senado norte-americano, depois de o candidato Tommy Tuberville ter destronado, no Alabama, o senador democrata Doug Jones, que era considerado o eleito mais ameaçado na câmara alta do Congresso norte-americano.

Tuberville, antigo treinador de futebol e que nunca deteve qualquer cargo público, aproximou-se do Presidente norte-americano, tendo declarado na campanha para as primárias: "Deus enviou-nos Donald Trump".

Doug Jones tinha conquistado o lugar em 2017 durante uma eleição especial, na qual o candidato republicano Roy Moore foi acusado de crimes sexuais envolvendo mulheres jovens.

O Partido Democrata conquistou nestas eleições um primeiro lugar no Senado norte-americano aos republicanos, com a vitória do antigo governador do Colorado John Hickenlooper face ao republicano Cory Gardner.

Um democrata moderado e ex-empresário, Hickenlooper, 68 anos, concorreu nas últimas primárias democráticas à presidência dos Estados Unidos, mas desistiu antes das primeiras eleições em agosto de 2019.

A ELEIÇÃO DA DÉCADA - ACOMPANHE AO MINUTO