Eleições nos EUA

Eleições nos EUA. Todos os olhos estão postos na Pensilvânia

Três dias depois das eleições ainda não é conhecido o vencedor das presidenciais norte-americanas.

Vencer o Estado da Pensilvânia corresponde à eleição de 20 delegados para o Colégio Eleitoral. Um número que pode abrir a porta da Casa Branca a Joe Biden. Contam-se os últimos milhares de votos e o candidato democrata está à frente, mas com uma vantagem curta.

Para além da Pensilvânia, Biden tem vantagem noutros três estados decisivos: o Arizona, o Nevada e a Geórgia. Neste último Trump e Biden estão separados por menos de 1% e, por isso, vai haver recontagem dos votos, o que pode demorar alguns dias.

Os votos por correspondência estão a dar vantagem aos Democratas. Biden obtém, em média, o triplo dos votos presidenciais de Trump.

O atual presidente norte-americano voltou a pôr em causa o processo eleitoral, mas sem apresentar provas. Trump promete contestação nas ruas e nos tribunais enquanto Biden apela à calma e à contagem total dos votos.

Mesmo sem serem conhecidos os resultados, estas eleições presidenciais já ficaram para a história por duas razões: a afluência recorde e os mais de 74 milhões de votos populares para Joe Biden.

ACOMPANHE AO MINUTO OS RESULTADOS DAS ELEIÇÕES NORTE-AMERICANAS

Ver também:

  • 1:41