Eleições nos EUA

George W. Bush vai assistir à tomada de posse de Joe Biden

Kevin Lamarque

Já o antigo Presidente Jimmy Carter, de 96 anos, e a mulher Rosalynn Carter, de 93, não vão participar na cerimónia.

O antigo Presidente dos Estados Unidos George W. Bush vai assistir à tomada de posse do democrata Joe Biden a 20 de janeiro, anunciou esta quarta-feira o porta-voz do ex-chefe de Estado republicano.

Bush e a mulher "estão ansiosos por regressar ao Capitólio para a tomada de posse do Presidente Biden e da vice-presidente [Kamala] Harris", escreveu na rede social Twitter o porta-voz do 43.º chefe de Estado norte-americano, Freddy Ford.

Esta será a oitava vez que George W. Bush, que governou entre 2001 e 2009, assiste à tomada de posse de um Presidente norte-americano, precisou.

"Assistir à transição pacífica do poder é um momento forte da nossa democracia que não sai de moda", acrescentou o porta-voz, numa alusão ao Presidente ainda em exercício, Donald Trump, que continua sem reconhecer a derrota nas eleições de 03 de novembro.

O anúncio foi feito um dia antes da sessão conjunta do Congresso para ratificar a vitória do democrata Joe Biden.

Oficialização dos resultados acontece esta quarta-feira

Na quarta-feira, a Câmara dos Representantes e o Senado vão reunir-se para oficializarem os resultados, um procedimento que é, normalmente, uma mera formalidade, constituindo o último passo da certificação do ato eleitoral antes da tomada de posse.

George W. Bush, de 74 anos, já tinha felicitado Biden pela vitória nas presidenciais norte-americanas, um dia depois do anúncio dos resultados, a 7 de novembro.

"Apesar das nossas diferenças políticas, sei que Joe Biden é um homem bom que conquistou a oportunidade de dirigir e unir o nosso país", afirmou então George W. Bush, em comunicado.

Já o antigo Presidente Jimmy Carter, de 96 anos, e a mulher Rosalynn Carter, de 93, não vão participar na cerimónia, informou uma porta-voz do Centro Carter em Atlanta.

Esta é a primeira vez que o casal não estará presente na tomada de posse de um Presidente desde que o democrata assumiu o cargo, em 1977.

A porta-voz disse à agência de notícias Associated Press que o casal felicitou Joe Biden, aliado de Carter quando este esteve na Casa Branca.

Jimmy Carter tornou-se em março de 2019 o mais velho ex-Presidente vivo na história dos Estados Unidos, ultrapassando George H.W. Bush, que morreu em novembro de 2018.

Desde o início da pandemia, Carter e a mulher têm passado a maior parte do tempo em casa, na cidade de Plains, na Geórgia.