Presidenciais

"O meu tempo de antena foram 5 anos"

Ana Geraldes

Ana Geraldes

Jornalista

João Venda

João Venda

Repórter de Imagem

Tomás Pires

Tomás Pires

Editor de Imagem

Como Marcelo continua mainstream por canais alternativos.

Marcelo Rebelo de Sousa abdicou do tempo de antena previsto por lei. É "um absurdo" quando tem tido tanta visbilidade e até continuará a ter nestas semanas pela intensa agenda que tem como Presidente da República, disse à SIC, antes de começar a entrevista que, neste segundo dia de campanha eleitoral, deu ao podcast "Perguntar não ofende", conduzida por Daniel Oliveira.

Marcelo não nega que as entrevistas são algo que domina: "não se esqueça que fartei-me de fazer entrevistas", diz à SIC, até a candidatos presidenciais. Recorda mesmo as de Ramalho Eanes e Soares Carneiro nas Presidenciais de 1980.

"O único candidato presidencial que entrevistou candidatos presidenciais", reforça. Mas as entrevistas de hoje não são como as de 1980, mais ainda as que acabam por ser difundidas através de plataformas online, com outro alcance em termos de públicos e potencial de partilha. Ainda para mais num país confinado e, por isso mesmo, como nunca agarrado à Internet.

ACOMPANHE A A SIC NA CAMPANHA