Presidenciais

Autarquia de Matosinhos com mais mesas e locais de voto para as Presidenciais

Luís Dinis

Luís Dinis

Repórter de Imagem

Vítor Moreira

Vítor Moreira

Editor de Imagem

Houve um reforço de 100 mesas de voto distribuídas por 26 edifícios.

É uma operação de logística sem precedentes e que obrigou a autarquia de Matosinhos
a envolver mais pessoas e mais escolas no ato eleitoral.

No concelho, há 253 seções de voto distribuídas por 26 edifícios - 25 escolas e uma junta de freguesia.

O mau tempo obrigou à montagem de 24 tendas para assegurar condições de segurança e distanciamento. 300 funcionários de escolas e cerca de 1500 membros das mesas eleitorais vão ser sujeitos hoje a testes rápidos à covid-19.

A câmara tem tido algumas dificuldades em recrutar pessoal para as secções de voto e poderá recorrer a uma bolsa de voluntários (funcionários da autarquia) se for necessário.
Caso contrário, terá de juntar mesas de voto, o que implica juntar eleitores, de modo a cumprir o mínimo de 3 pessoas por secção, como a lei define.

Para estas eleições foram constituídas 12.450 secções de voto,
A Comissão Nacional de Eleições sublinha que o ato de votar é seguro.
Recomenda que se consulte atempadamente o local de voto, já que para muitos eleitores será diferente de anos anteriores.

Os eleitores têm de utilizar máscara, devem manter a distância de segurança, desinfetar as mãos e utilizar caneta própria.


  • Covid-19: os números da vacinação em Portugal e no Mundo

    Vacinar Portugal

    Já foram aplicadas mais de 1 milhão de doses de vacina em Portugal e o destino da maioria foi para pessoas com mais de 80 anos. O ritmo médio semanal dos últimos dias abrandou ligeiramente. Portugal é agora o 8.º país da União Europeia com mais doses administradas (14.ª se considerarmos os Estados-membros com mais vacinas completas). Veja os gráficos interativos do maior e mais rápido processo de vacinação mundial (pelo menos 101 países já o iniciaram)

    Bruno Castro Ferreira e Sofia Miguel Rosa