Extremos

16 números da desigualdade étnico-racial em Portugal

Diogo Barradas

Diogo Barradas

ALUNO DA NOVA FCSH

Maria Rodrigues

Maria Rodrigues

Aluna da Nova FCSH

Marisa Torres da Silva

Marisa Torres da Silva

Professora Auxiliar NOVAFCSH

André Ventura e o Chega negam a existência de racismo em Portugal. Mas as desigualdades resultantes da discriminação étnico-racial estão comprovadas em diversos estudos nacionais e internacionais. Esta infografia mostra-lhe alguns factos da realidade portuguesa.

“O racismo estrutural é um fantasma que não existe em Portugal.” A frase foi proferida por André Ventura na Assembleia da República em junho, mas a ideia tem sido sobejamente repetida em manifestações e tweets associados ao Chega.

Apesar de não existirem estatísticas oficiais sobre a origem étnico-racial em Portugal, várias pesquisas e relatórios têm demonstrado a existência de formas de segregação direta e indireta que resultam da desigualdade étnico-racial e do racismo como fator fundamental de discriminação.

Os dados mais recentes do European Social Survey, um mega-inquérito que mede atitudes e padrões de comportamentos das populações em mais de 30 países europeus, mostram também que os portugueses apresentam elevados níveis de crenças racistas.

Das perceções a áreas onde as assimetrias com base na discriminação étnico-racial são muito visíveis (como a educação, a habitação, a justiça ou o emprego), selecionámos 16 factos que demonstram que o racismo estrutural é uma realidade em Portugal.

VEJA TAMBÉM:

ACOMPANHE O ESPECIAL EXTREMOS

É um projeto patrocinado pela Fundação Calouste Gulbenkian que terá uma expressão multimédia e que incluirá um conjunto de grandes reportagens que a SIC emitirá em fevereiro de 2021. O projeto resulta de uma parceria estabelecida entre a SIC e a NOVA FCSH e pretende mergulhar no difícil tópico do “populismo radical que alimenta a direita nacionalista e antissistema europeia” - título que esconderá derivas em direção aos extremos; em direção ao quadro que molda a extrema direita.