Festival de Literatura-Mundo do Sal

À conversa com Germano Almeida

Enviados SIC

À conversa com Germano Almeida

Raquel Marinho

Jornalista

"A minha ideia de escrever histórias é como se estivesse a contar histórias. Tenho sempre, digamos, alguém a quem estou a contar uma história. Por isso é que o estilo é coloquial." Germano Almeida, Ilha da Boavista, 1945, estreou-se como contista no início da década de 80 na revista Ponto & Vírgula, e tem uma obra de ficção de quase duas dezenas de livros. A sua obra está traduzida e publicada em vários países, sendo "O Testamento do Sr. Napumoceno da Silva Araújo" um dos seus títulos mais conhecidos. É um dos convidados do Festival Literatura-Mundo do Sal, em Cabo Verde, onde conversou com a jornalista Raquel Marinho.

A SIC está em Cabo Verde, a propósito do Festival de Literatura-Mundo do Sal (FLMS), que tem curadoria do escritor português José Luís Peixoto e reúne, durante quatro dias na Ilha do Sal, dezenas de escritores, estudiosos, críticos e comunicadores. Acompanhe a cobertura aqui e no Facebook da SIC Notícias.

Nota: este vídeo foi captado via smartphone e publicado originalmente no Facebook.