Ficou para a História

Ficou para a história

Principais acontecimentos registados no dia 25 de novembro, Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres e Dia Nacional do Engenheiro.

1510

- Afonso de Albuquerque conquista Goa.

Ilustração Afonso Albuquerque

Ilustração Afonso Albuquerque

Arquivo Nacional Torre do Tombo

1845

- Nasce, na Póvoa de Varzim, o escritor e diplomata português José Maria Eça de Queiroz, autor de "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires".

1920

- "Tomada da Bastilha", em Coimbra, operação de assalto e ocupação do Clube dos Lentes, para ali ser instalada a futura Associação Académica.

1922

- Abre a pastelaria Versailles, em Lisboa.

Página Pastelaria Versailles

1936

- É assinado o Pacto Anti-Comitern, entre a Alemanha de Hitler e o Japão.

1961

- Três militantes da República Dominicana, as irmãs Mirabal, são assassinadas por ordem do ditador Rafael Trujillo.

1999

- A Assembleia Geral da ONU assinalou a data proclamando o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Lucas Jackson

1974

- Morre, aos 65 anos, U-Thant, secretário-geral das Nações Unidas.

Jac. de Nijs / Anefo

1975

- Um dispositivo militar, com base no Regimento de Comandos, opõe-se a uma tentativa de sublevação de unidades militares de extrema-esquerda. É decretado o estado de sítio em Lisboa.- Independência do Suriname.

1977

- A Assembleia Geral das Nações Unidas condena Israel pela ocupação dos territórios árabes.

1978

- Israel devolve ao Egito o campo petrolífero de Alama, no Golfo do Suez.

1981

- Espetáculo de estreia dos Heróis do Mar no Rock Rendez Vous, em Lisboa.

1986

- O Estatuto de Évora Património Mundial é oficialmente reconhecido pela UNESCO.

1992

- O Parlamento da Checoslováquia aprova a separação do país em duas repúblicas, a República Checa e a Eslováquia.

2002

- O Provedor da Casa Pia de Lisboa é demitido, após a revelação da prática continuada de abuso sexual de menores ao cuidado da instituição.

2013

- O Tribunal Constitucional decide, por sete votos contra seis, incluindo o do presidente (contra), Joaquim de Sousa Ribeiro, não declarar a inconstitucionalidade das normas do aumento do horário de trabalho na Função Pública.

2015

- O argentino Lionel Messi torna-se o melhor marcador da história Liga dos Campeões de futebol com 74 golos, após ter marcado pelo FC Barcelona frente ao APOEL Nicosia.

Albert Gea