Ficou para a História

Encontrado o Titanic. O que ficou para a História a 2 de setembro

Principais acontecimentos registados no dia 2 de setembro.

1666

Grande incêndio de Londres. As chamas devastam a cidade durante três dias, destruindo 13 mil edifícios e a antiga catedral de São Paulo.

1885

É inaugurada a Penitenciária de Lisboa.


1939

Portugal declara neutralidade na II Guerra Mundial, um dia depois da invasão da Polónia pelas forças nazis.

1963

O governador do Alabama George C.Wallace recusa a aplicação das leis anti-segregacionistas e ordena às tropas estatais que impeçam a entrada de estudantes negros nas escolas públicas.

George C. Wallace

George C. Wallace

AP

1964

Morte, aos 72 anos, Francisco Craveiro Lopes, 13.º Presidente da República, 3.º da ditadura do Estado Novo, o único que recusou a submissão a Oliveira Salazar, inviabilizando a reeleição, em 1958. Criticou a política colonial, com a eclosão da guerra em Angola.

1985

Confirmação da descoberta do Titanic, a mais de 3,5 quilómetros de profundidade, ao largo da ilha canadiana de Newfoundland, pela missão franco-norte-americana, liderada por Robert Ballard.

Titanic, 1912

Titanic, 1912

AP


1990

Rosa Mota conquista terceiro título da Europa da maratona, em Split, na Croácia (2:31.27 horas).

1998

Queda de avião da Swissair na Nova Escócia, EUA, causa a morte de 229 pessoas.

STEPHAN SAVOIA

2006

A Universidade do Porto apresenta o projeto de criação do primeiro banco público de esperma e óvulos em Portugal.

2012

Morre, aos 71 anos, Emmanuel Nunes, o mais consagrado compositor contemporâneo português, galardoado com o Prémio Pessoa

2013

Emanuel Silva e João Ribeiro sagram-se campeões do mundo de K2 500 metros, em Duisburgo, na Alemanha, fazendo história na canoagem portuguesa com o primeiro título mundial.

Frank Augstein

2018

O tenor português Luís Gomes vence na categoria de zarzuela e recebe o prémio do público para melhor voz masculina, no concurso internacional de canto lírico Operalia.