Ficou para a História

A morte do escritor Edgar Allan Poe. O que ficou para a História a 7 de outubro

Principais acontecimentos registados no dia 7 de outubro, Dia Nacional dos Castelos e Dia Mundial do Trabalho Digno.

1849

- Morre, com 40 anos, o escritor norte-americano Edgar Allan Poe, autor de "O Corvo" e "Os Crimes da Rua da Morgue", precursor da moderna literatura policial.

Edgar Allan Poe

Edgar Allan Poe

1984

- João Paulo II manifesta-se contra o crime organizado, citando a Mafia primeira vez.

POOL New

1986

- Sai a primeira edição do diário britânico "The Independent", o primeiro jornal não tabloide de grande circulação lançado no século XX, no Reino Unido.

1989

- O Partido Comunista Húngaro renuncia ao marxismo, em congresso, optando pela via do "socialismo democrático".

1992

- O líder do grupo terrorista peruano Sendero Luminoso, Abimael Guzman, é condenado a prisão perpétua.

Abimael Guzman

Abimael Guzman

STR

1993

- O Prémio Nobel da Literatura é atribuído à escritora norte-americana Toni Morrison, autora de "Amada".

Stringer .

2007

- A maratona de Chicago, corrida sob intenso calor e humidade, fica enlutada pela morte de uma pessoa, enquanto outras 250 tiveram de ser hospitalizadas.


2009

- O Prémio Nobel da Química 2009 é atribuído aos norte-americanos Venkatraman Ramakrishnan e Thomas Steitz e à israelita Ada Yonath por trabalhos sobre "a estrutura e a função do ribossoma".

TT News Agency

2012

- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, vence as eleições presidenciais com 54,42% dos votos.

Jorge Silva

2014

- O prémio Nobel da Física é atribuído aos investigadores Isamu Akasaki, Hiroshi Amano (Japão) e Shuji Nakamura (Estados Unidos), pela invenção do díodo eletroluminescente.

Bertil Ericson



2015

- A SIVA, representante da Volkswagen, Audi e Skoda em Portugal, admite que a Autoeuropa produziu carros com dispositivos que falseiam os resultados das emissões de gases poluentes.

2018

- Jair Bolsonaro (PSL, extrema-direita) vence a primeira volta das eleições presidenciais no Brasil, com 46% dos votos, e Fernando Haddad (PT, esquerda) fica em segundo lugar, com 29%.

Eraldo Peres