Football Leaks

"Rui Pinto é um hacker, mas é um denunciante. É um herói e ao mesmo tempo um vilão"

Análise de Ricardo Costa à libertação de Rui Pinto.

Rui Pinto, criador do site Football Leaks, que estava em prisão domiciliária, vai ser esta sexta-feira posto em liberdade, com a obrigação de apresentações semanais à Polícia Judiciária (PJ).

O "hacker" esteve em prisão preventiva desde 22 de março de 2019 até 8 de abril deste ano, dia em que foi colocado em prisão domiciliária, mas em habitações disponibilizadas pela Polícia Judiciária, e estava também proibido de aceder à internet e de ter acesso a dispositivos que o permitam, por decisão da juíza de instrução criminal (JIC) Cláudia Pina.

Rui Pinto começa a ser julgado em 4 de setembro no Tribunal Central Criminal de Lisboa por 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo e ainda por sabotagem informática à SAD do Sporting e por tentativa de extorsão ao fundo de investimento Doyen.

A alteração da medida de coação foi decidida pela juíza titular do processo, Margarida Alves, presidente do coletivo de juízes que vai julgar Rui Pinto, na sequência de um requerimento apresentado pela defesa do arguido a pedir a sua libertação.

  • 2:34