Football Leaks

Julgamento de Rui Pinto. “Até usei um colete à prova de bala”

Ao final do primeiro dia do julgamento, Rui Pinto escreveu uma mensagem no Twitter.

Rui Pinto insiste que agiu em nome do interesse público quando violou sistemas informáticos. O julgamento do caso Football Leaks arrancou na sexta-feira sob apertadas medidas de segurança.

No final do dia, o “hacker” escreveu no Twitter, em inglês, que são as medidas de segurança mais apertadas de sempre em Portugal e que até usou um colete à prova de bala.

“É o que acontece quando se denuncia corrupção e lavagem de dinheiro”, escreveu na rede social.

"O meu trabalho como denunciante está terminado. Nunca recebi dinheiro pelo que fiz."

O fundador do Football Leaks responde por 90 crimes, mas insiste que agiu em nome do interesse público e não para receber dinheiro. Sublinha ainda que não é um “hacker”, mas sim um denunciante cujo trabalho está concluído.

O julgamento tem mais de 30 sessões marcadas até dezembro. A próxima acontece a 15 de setembro.