Freitas do Amaral 1941-2019

Balsemão sublinha “importante contributo” de Freitas do Amaral para a democracia

LUSA

Numa nota enviada à SIC, lamenta a morte do homem que foi seu colega no Governo de Sá Carneiro.

Francisco Pinto Balsemão reagiu esta quinta-feira à morte de Diogo Freitas do Amaral, considerando que será recordado pelo importante papel na democracia portuguesa, sublinhando o empenho de Freitas do Amaral na Revisão Constitucional de 1982 e na Lei de Defesa Nacional.

"Lamento a morte de Diogo Freitas do Amaral e apresento as minhas sentidas condolências à sua família. Foi meu colega no Governo de Sá Carneiro e meu vice-primeiro-ministro e ministro da Defesa Nacional, durante quase um ano e meio, no VIII Governo Constitucional, ao qual presidi. Sublinho o seu empenho na Revisão Constitucional de 1982 e na Lei de Defesa Nacional. Freitas do Amaral era um jurista notável e será recordado pelo seu importante contributo para a democracia portuguesa".