Crise na Grécia

Grécia pede 7 mil milhões de euros para as próximas 48 horas

O primeiro-ministro da Grécia pediu 7 mil milhões de euros para o país fazer face a despesas de emergência nas próximas 48 horas, avança a agência italiana de informação ANSA. Entretanto, o jornal alemão Sueddeutsche Zeitung adianta que as novas propostas gregas a apresentar ao Eurogrupo não têm grandes diferenças em relação ao plano dos credores que o país rejeitou em referendo no domingo.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

O Sueddeutsche Zeitung refere que as propostas que o novo ministro das Finanças grego, Euclides Tsakalotos, irá apresentar aos seus homólogos da zona euro incluem a manutenção de um desconto IVA para as ilhas gregas e uma taxa de IVA de 13% nos restaurantes.

São também propostos cortes limitados na despesa da defesa, acrescenta o jornal.

  • Mourinho procura clube e rejeita, para já, treinar seleções
    7:14
  • Como não gastar dinheiro com os números começados por 707
    6:46