Guerra Rússia-Ucrânia

As marcas de luxo que já encerraram vendas na Rússia

As marcas de luxo que já encerraram vendas na Rússia

Há cada vez mais empresas a virar costas ao país como resposta à invasão da Ucrânia.

As francesas Louis Vuitton e Chanel e as italianas Prada e Gucci decidiram encerrar as vendas no mercado russo.

Na zona comercial da Praça Vermelha, em Moscovo, estão concentradas as lojas das principais marcas de luxo que, este fim de semana, decidiram fechar portas temporariamente, enquanto durar o conflito.

A francesa Louis Vuitton já emitiu um comunicado a explicar o encerramento e a dizer que estará sempre ao lado dos 3.500 trabalhadores que o grupo tem na Rússia.

Também a Chanel decidiu suceder as vendas no mercado russo, onde tem 17 lojas. Às marcas francesas, juntaram-se ainda as italianas Prada e Gucci.

Últimas Notícias
Mais Vistos