Guerra Rússia-Ucrânia

EUA aprovam novo pacote de 675 milhões de euros para ajudar Kiev

EUA aprovam novo pacote de 675 milhões de euros para ajudar Kiev
Pool
A ajuda militar inclui obuses, munições de artilharia, ambulâncias blindadas e sistemas de defesa antitanque.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, aprovou um pacote de ajuda militar à Ucrânia no valor de 675 milhões de dólares, anunciou esta quinta-feira o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, reiterando o auxílio de "longo prazo" a Kiev.

Lloyd Austin, que se encontra na base área de Ramstein, na Alemanha, para encontros com representantes dos países aliados, disse que Joe Biden aprovou esta quinta-feira a última tranche de apoio norte-americano à Ucrânia, que enfrenta desde fevereiro uma invasão militar russa. O secretário da Defesa disse ainda que o pacote de ajuda também incluiu obuses, munições de artilharia, ambulâncias blindadas e sistemas de defesa antitanque, entre outros equipamentos.

"A guerra [contra a Ucrânia] encontra-se num outro momento chave", disse Lloyd Austin, referindo-se à contraofensiva de Kiev no sul do país.

"Neste momento estão a ser demonstrados os êxitos dos nossos esforços comuns, no campo de batalha", disse também.

O responsável norte-americano considerou que "os contornos da guerra estão a mudar, assim como a missão deste grupo de contacto", referindo-se ao Grupo de Contacto para a Defesa da Ucrânia, em cujos encontros participam o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, o ministro da Defesa do Executivo de Kiev e representantes dos aliados.

"No longo prazo, vamos trabalhar em conjunto para treinarmos as forças ucranianas", garantiu ainda Lloyd Austin, destacando a atualização da "base industrial da defesa no sentido de atender aos requisitos da Ucrânia, a longo prazo".

"Devemos evoluir à medida que a luta evolui", declarou o governante da Administração norte-americano em declarações à margem das reuniões na Alemanha.

Últimas Notícias