Guerra Rússia-Ucrânia

"Há forma de voltar à Rússia": a esperança de quem foge à lei marcial

Loading...

Estima-se que dezenas de milhares de jovens russos tenham abandonado o país no último mês para evitarem uma chamada para a guerra.

Milhares de jovens russos continuam a fugir do país para escaparem à atual mobilização para a guerra na Ucrânia. Compram um bilhete sem regresso e procuram construir uma vida em países que integraram a União Soviética, como a Arménia. A Rússia é aliada de longa data da Arménia, que tem presente o conflito com o Azerbaijão.

Recorde-se que a Rússia, sob regime de Vladimir Putin, mediou as negociações de paz entre o Azerbaijão e a Arménia.

A Arménia serve agora como porto de refúgio para os russos que fugiram do país. É o caso de Nikolay Salnikov, que chegou à capital a menos de uma semana após o Presidente russo ter anunciado a mobilização de reservistas para a guerra na Ucrânia.

Polina Krasnobayeva e o marido saíram da Rússia a menos de 48 horas depois do anúncio da mobilização.

Apesar de ainda não terem sido divulgados números oficiais, e do Kremlin preferir não abordar o tema, estima-se que dezenas de milhares de jovens russos tenham abandonado o país no último mês para evitarem uma chamada para a guerra.

Últimas Notícias
Mais Vistos