I Liga

"Se é para nos dizerem quem fica na I e na II Liga poupam-nos em deslocações"

MANUEL FERNANDO ARAÚJO

Presidente do Boavista mostra-se "frustrado" com arbitragens.

O presidente do Boavista mostrou este sábado, no final da partida com o Rio Ave, da 26.ª jornada da I liga portuguesa de futebol, o desagrado com as arbitragens nos jogos da sua equipa, partilhando um sentimento de "frustração".

"Tenho um sentimento de frustração e começo a preocupar-me seriamente. O Boavista é a equipa com mais [cartões] vermelhos, que tem jogado mais tempo com menos jogadores em campo, e que tem sofrido mais penáltis. Se é para nos dizerem quem fica na I e na II Liga poupam-nos em deslocações e estágios", disse Vítor Murta, em declarações na sala de imprensa do estádio do Bessa, no final da partida.

Vítor Murta mostrou-se, ainda assim, "orgulhoso" com a prestação dos atletas e do grupo de trabalho, considerando que "mostraram ser grandes jogadores e grandes homens" e vincando "não estar preocupado" com destino da equipa.

"Contra tudo e contra todos, vamos permanecer na I Liga. Hoje, mais uma vez, os jogadores demonstraram o espírito da pantera, e que têm um caráter enorme. Sei que vão chegar ao final e orgulhar todos os boavisteiros", afirmou o líder dos 'axadrezados'.

Jogo termina com desentendimentos. Veja aqui o momento

Esta reação de Vítor Murta foi a única da parte do Boavista na sala de imprensa, no final do desafio, uma vez que o técnico Jesualdo Ferreira não compareceu para fazer a análise ao jogo, que terminou com algumas 'escaramuças' e trocas de insultos entre os bancos das duas equipas, após o empate final por 3-3.