I Liga

Eustáquio, do Paços de Ferreira, assume erro e aceita expulsão no jogo com Benfica

Lusa

Jogador do Paços de Ferreira assumiu ter-se excedido na entrada sobre Weigl.

Stephen Eustáquio, futebolista do Paços de Ferreira expulso no jogo com o Benfica, assumiu este domingo ter-se excedido na entrada sobre Weigl, tendo pedido desculpas ao árbitro, num lance que motivou trocas de palavras entre os treinadores.

"A primeira coisa que fiz depois do jogo foi ir ter com o árbitro Hugo Miguel e pedir-lhe desculpa, porque, depois de rever o lance, soube que tinha sido bem expulso", escreveu Eustáquio, nas suas redes sociais.

O referido lance ocorreu aos 20 minutos do jogo da 26.ª jornada da I Liga, junto à área do Paços de Ferreira, e envolveu Weigl, marcado na perna pela forte entrada de Eustáquio, num primeiro momento admoestado com o cartão amarelo, mais tarde substituído pelo vermelho por indicação do videoárbitro (VAR), a cujas imagens Hugo Miguel recorreu.

"Tenho 24 anos e muito anda para andar, muito jogo para ganhar e muito duelo para vencer. Só quem me conhece sabe, mordo quando tenho de morder e ajudo quando um irmão precisa. Isto ainda agora começou, tenho muitos jogos pela frente", acrescentou Eustáquio, no que pareceu uma resposta às primeiras declarações de Jorge Jesus após o encontro.

Após o jogo, o técnico do Benfica disse nas entrevistas rápidas que Eustáquio merecia ser castigado pela direção pacense pela entrada sobre Weigl, suavizando, a seguir, na sala de imprensa, a sua interpretação do lance.

"Não conheço, nem ponho em causa o profissionalismo do Eustáquio, agora o lance dele com o Weigl, naquele momento não sei o que lhe deu na cabeça. Se foi por querer, acho que não, mas foi bem expulso. A entrada está marcada na perna, não foi uma coisa normal e na próxima, de certeza, já não fará o mesmo", disse Jorge Jesus.

O treinador do Paços, Pepa, também comentou na conferência após o jogo a justeza da expulsão, mas fez notar que "o Stephen é um grande profissional", um dos melhores que já treinou.

A expulsão com o vermelho direto a Stephen Eustáquio, aos 22 minutos, 'facilitou' a tarefa ao Benfica, que viria a vencer o jogo por 5-0, com um 'bis' de Seferovic, o melhor em campo e ainda autor de duas assistências para golo de Rafa e Darwin Nuñez. Diogo Gonçalves inaugurou o marcador.

  • 1:45