Incêndio na Notre-Dame

"O fogo está extinto", declaram bombeiros de Paris

IAN LANGSDON

O fogo que deflagrou durante mais de 12 horas na catedral de Notre-Dame foi declarado extinto esta manhã pelos bombeiros, eram 10h00 locais, 9h00 em Lisboa.

O incêndio que deflagrou na catedral de Notre-Dame foi dado como extinto, anunciou hoje a brigada de bombeiros da capital francesa, após mais de 12 horas de combate às chamas.

"O incêndio está extinto na sua totalidade. A fase agora é de investigação", declarou o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Paris, Gabriel Plus, numa conferência de imprensa em frente à catedral, em Paris.

"O violento fogo propagou-se rapidamente no conjunto da armação da cobertura, cerca de 1000 m2", explicou.

Os serviços de emergência estão atualmente "a examinar o movimento das estruturas e a extinguir os focos residuais" e centenas de bombeiros vão continuar a trabalhar todo o dia.

Vão também ser retiradas algumas obras de arte do local com a ajuda de especialistas.

O incêndio na catedral de Notre-Dame, um dos edifícios icónicos de Paris e da arte gótica, começou na segunda-feira, cerca das 18:50 (17:50 em Lisboa).

Cerca de 400 bombeiros lutaram durante quase 12 horas contra as chamas.

"O telhado inteiro está danificado, toda a estrutura ficou destruída, parte da abóboda caiu", disse Gabriel Plus ao início da manhã de hoje.

Imagens do interior da catedral durante o incêndio.

No entanto, "os dois campanários foram salvos", bem como "todas as obras de arte" pertencentes ao 'tesouro' da catedral, incluindo a coroa de espinhos e a túnica de São Luís, indicou.

A Procuradoria de Paris tinha já afirmado que os investigadores estavam a considerar o incêndio como um acidente, referindo que a polícia vai avançar com uma investigação por “destruição involuntária causada pelo fogo”,

No local, na segunda-feira, o Presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou que o pior tinha sido evitado e prometeu que a catedral do século XII será reconstruída.

  • Via Sacra – Episódio 2
    26:42