Incêndio na Notre-Dame

Putin disponibiliza empresas russas para reconstrução da catedral de Notre-Dame

ALEXANDER NEMENOV/POOL / POOL

Presidente russo ofereceu a ajuda dos "melhores especialistas" russos para a restauração.

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou esta quinta-feira a disposição das empresas do país de participarem na reconstrução da catedral de Notre-Dame após o devastador incêndio na segunda-feira.

"Eu sei que as empresas russas que trabalham convosco e operam em França também estão dispostas a juntar-se (para reconstruir o templo)", disse o líder russo.

Putin falava após uma reunião com representantes da comunidade empresarial francesa em Moscovo.

O chefe de Estado russo também lamentou a "tragédia" sofrida por um dos "símbolos da França e da civilização pan-europeia", e disse estar convencido que os planos para a reconstrução do santuário, anunciados pelas autoridades gaulesas, serão devidamente executados.

Num telegrama enviado ao seu homólogo francês, Emmanuel Mácron, na passada terça-feira, Putin expressou as condolências dos russos pelo incêndio que devastou Notre-Dame e ofereceu a ajuda dos "melhores especialistas" russos para a sua restauração.

Hoje, durante seu encontro com empresários franceses, o líder russo também falou de melhorias do clima de negócios no seu país, de forma a encorajar o investimento francês e mitigar as preocupações que provocaram a detenção do investidor norte-americano Michael Calvey em fevereiro, acusado de um grande esquema fraudulento.

Lusa