Incêndios em Portugal

"Um incêndio nasce sozinho numa zona limpa?” Autarca da Guarda afirma que foi fogo posto

Loading...
Sérgio Costa critica ainda a atuação do INEM.

O presidente da Câmara Municipal da Guarda diz não ter dúvidas de que o incêndio que deflagrou, este sábado, tem origem criminosa. Sérgio Costa critica ainda a atuação do INEM e pede uma investigação.

“Eu próprio presenciei as conversas. Face ao que estava a acontecer com um ferido, e os bombeiros ao telefone sempre com o CODU [Centros de Orientação de Doentes Urgentes], acabou por não aparecer o suporte médico tão necessário naquelas circunstâncias”, conta, afirmando que “o protocolo de atuação em caso de incêndio não foi cumprido”.

Sérgio Costa lembra que o país está a “perante uma grande catástrofe” e, por isso, o INEM deve “reforçar efetivamente os apoios médicos necessários nestes casos concretos”.

“Eu não vou entrar em diálogo com o INEM. O que eu peço às entidades responsáveis do país é que investiguem o que aconteceu. Já para não falar da má educação ao telefone dos operadores do CODU, isso é muito grave.”

Sobre o início do incêndio, o autarca coloca uma questão: “Então mas um incêndio nasce sozinho numa zona limpa junto aos parques eólicos?”

“As bermas [das estradas] estavam limpas, havia terrenos que estavam limpos, mas eis se não quando alguém achou por bem fazer esta sementeira e o fogo, aí vem ele. E depois com as condições climatéricas muito adversas que temos – tempo muito quente, muito seco e naturalmente a falta de humidade que é evidente – são as condições para que isto depois se possa propagar”, afirma, reforçando que ignição não teve origem divina.

O autarca pede às entidades nacionais que “haja uma vigilância cada vez mais ativa para estes pirómanos”.

Últimas Notícias
Mais Vistos