Incêndios em Portugal

Mais de 500 bombeiros no combate ao fogo em Ourém

Mais de 500 bombeiros no combate ao fogo em Ourém
PATRICIA DE MELO MOREIRA

Um aviário foi destruído por este fogo, provocando um prejuízo de cerca de um milhão de euros.

O incêndio que deflagrou em Ourém, no distrito de Santarém, mobilizava às 23:00 desta sexta-feira mais de 500 operacionais, sendo o único fogo ativo em Portugal continental que reunia mais preocupações, segundo a Proteção Civil.

Segundo a página oficial na Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), pelas 23:00 estavam no terreno 515 operacionais, com o apoio de 154 viaturas.

O fogo que deflagrou esta sexta-feira, às 14:40, no Carvalhal, na freguesia de Espite, e se estendeu às localidades vizinhas, obrigou ao corte da circulação ferroviária na Linha do Norte, desde cerca das 18:30, indicou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

Um aviário foi destruído por este fogo, provocando um prejuízo de cerca de um milhão de euros, disse à Lusa fonte da empresa situada em Resouro, na freguesia de Urqueira.

Pelo menos 50 pessoas foram retiradas das suas casas, por precaução, devido a este incêndio, disse à Lusa o presidente Câmara de Ourém, Luís Albuquerque.

De acordo com Luís Albuquerque, pelas 20:40, o incêndio continuava "com duas frentes ativas" e "com grande intensidade".

A tarde de hoje também ficou marcada por um acidente entre um veículo dos bombeiros, que combatia este incêndio, e um automóvel, tendo provocado três feridos ligeiros, ocupantes da viatura particular, que foram assistidos no Hospital de Leiria.

Loading...