Incêndios na Amazónia

Bolsonaro pondera aceitar ajuda do G7 se Macron retirar insultos

Eraldo Peres

O Governo brasileiro rejeitou a ajuda de cerca de 18 milhões de euros oferecida pelo G7 para o combate aos incêndios na Amazónia.

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, diz que aceitar negociar a ajuda de 18 milhões de euros, oferecida pelos países do G7 para o combate aos incêndios na Amazónia, se Emmanuel Macron retirar os insultos que lhe fez.

Em causa está o facto de o Presidente francês ter dito que Bolsonaro mentiu quando assumiu compromissos em defesa do ambiente.

A declaração do Presidente brasileiro surge depois de o Governo ter anunciado esta terça-feira que ia recusar a ajuda, por considerar que seria melhor aplicada na reflorestação da Europa.