Insólitos

Descobertas novas espécies de tubarões que andam

Vivem sobretudo nas áreas costeiras da Austrália e da Nova Guiné.

Investigadores da Universidade de Queensland, na Austrália, descobriram quatro novas espécies de tubarões que andam. O fenómeno acontece porque os animais usam as barbatanas para andarem no mar.

O estudo realizado em parceria com o Museu de História Natural da Flórida, nos EUA, o Instituto Indonésio de Ciências e a Commonwealth Scientific and Indistrial Research Organization, durou 12 anos e concluiu que estes tubarões são os principais predadores quando a maré está baixa por conseguirem andar águas muito rasas.

"Com menos de um metro de comprimento, os tubarões que andam não ameaçam as pessoas, mas a sua capacidade de andar e resistir a ambientes com pouco oxigénio dá-lhes uma vantagem notável sobre suas presas de pequenos crustáceos e moluscos", disse Christine Dudgeon, da Universidade de Queensland.

Depois de descobertas estas quatro espécies, o total de espécies de tubarões "andantes" passa para nove. De acordo, com Dudgeon, estes tubarões vivem sobretudo nas águas costeiras da Austrália e da Nova Guiné.

O estudo publicado na Marine & Freshwater Research indica ainda que, esta característica que os permite andar, pode ter sido desenvolvida quando os tubarões se afastaram da sua população original e acabaram por se modificar geneticamente para se adequarem aos novos ambientes.

  • O que é o jantar amanhã?
    36:07
  • Os 44 golos de mais uma quinta-feira de Liga Europa

    Liga Europa 2019/2020

    Estão todos aqui. Os golos e os lances que marcaram os duelos da 1.ª mão dos 16-avos-de-final.

    SIC Notícias