Insólitos

Agricultor belga move pedra para passar trator. Mas não era uma pedra qualquer...

Reprodução Facebook de David Lavaux

O que podia ser encarado como um incidente diplomático gerou brincadeiras.

Um agricultor belga causou comoção depois de, sem intenção, ter “movido” a fronteira da Bélgica com a França. Tudo porque moveu o marco fronteiriço que separa os dois países em cerca de dois metros para que o seu trator conseguisse passar naquele caminho.

A situação foi detetada por um historiador que caminhava pelo local. Ao aperceber-se que a pedra que marca a fronteira estava fora do lugar, deu o alerta. O agricultor tinha-a movido 2,29 metros para dentro do território francês.

O incidente foi recebido por ambos os países com sorrisos e boa disposição, apesar de ter causado alguns desentendimentos entre proprietários de terrenos privados.

“Ele tornou a Bélgica maior e a França mais pequena, não é uma boa ideia (…). Fiquei contente pela minha vila ter crescido, mas o autarca de Bousignies-sur-Roc não achou piada”, brincou David Lavaux, autarca da vila belga de Erquelinnes.

As autoridades belgas vão entrar em contacto com o agricultor para que este volte a colocar o marco na localização original. Caso não cumpra, o agricultor pode ser acusado criminalmente e a situação pode mesmo ter de chegar ao Ministério dos Negócios Estrangeiros belga, que se veria obrigado a convocar uma comissão fronteiriça especial.

"Se ele mostrar boa vontade, não terá problemas, resolveremos a questão amigavelmente," informaram as autoridades citadas pela BBC.

A fronteira entre a França e a Bélgica estende-se por cerca de 620 quilómetros. Foi formalmente estabelecida sob o Tratado de Kortrijk. A pedra em questão data de 1819, quando a fronteira foi marcada pela primeira vez.