Insólitos

“Despedimo-nos todos”. Letreiro de restaurante da cadeia Burger King torna-se viral

Chris Hoffman

Os funcionários apresentaram a demissão devido à falta de condições de trabalho. A Burger King já emitiu um comunicado sobre a situação.

“Despedimo-nos todos. Pedimos desculpa pelo inconveniente”. A mensagem foi colocada num letreiro de um restaurante da cadeia de fast food norte-americana Burger King, na cidade de Lincoln, no estado de Nebrasca, depois dos empregados terem apresentado a demissão por falta de condições de trabalho.

Rachael Flores, gerente da loja em causa, explica que a decisão de colocar as frases pretendia enviar uma mensagem aos gerentes distritais da marca.

“Eu não achava que ninguém iria notar, porque nós fizemos apenas um sinal, e então foi uma loucura no Facebook. Recebi um telefonema da minha gestão superior e eles disseram-me que eu precisava tirá-lo”, afirma ao Channel 8.

A equipa decidiu apresentar a demissão depois de passarem várias semanas sem ar condicionado na zona da cozinha, o que fazia com que as temperaturas chegassem a atingir os 32ºC. Rachael Flores chegou a ter de ir ao hospital por desidratação. A gerente da loja pediu ajuda aos superiores, mas “ninguém veio à loja para ajudar”.

Os trabalhadores queixam-se ainda da falta de funcionários, havendo apenas três a quatro pessoas a trabalhar na cozinha durante a hora de almoço – um dos períodos mais atarefado.

A empresa norte-americana emitiu, entretanto, um comunicado onde afirma que “a experiência de trabalho descrita nesta localização não está em linha com os valores da marca” e que estão “a investigar a situação para garantir que não volta a acontecer no futuro”, cita a CNN.

Rachael Flores garante que a direção não tinha conhecimento do plano para colocar a mensagem no letreiro. A ideia começou por ser uma brincadeira, mas acabou por se tornar realidade.

A direção do Burger King contacto a gerente de loja, tendo-a despedido e retirado a chave do estabelecimento. O placar foi entretanto alterado: “Estamos a contratar. Horários flexíveis”.

Segundo o que explicou Rachael Flores ao Channel 8, o restaurante do Burger King de Lincoln está a operar como novas contratações. No entanto, os funcionários têm vindo a desistir poucos dias depois de iniciar o trabalho, conta.