Insólitos

Jogador de futebol mais velho do mundo é vice-Presidente do Suriname, proprietário do clube e dono de uma mina

Ronnie Brunswijk é procurado pela Interpol por ter participado em assaltos a bancos e traficado droga.

O vice-Presidente do Suriname tornou-se esta terça-feira o jogador mais velho a disputar um encontro internacional de clubes de futebol.

Ronnie Brunswijk, de 60 anos, participou num jogo da Liga dos Campeões da Concacaf (Confederação de Futebol da América no Norte, Central e Caraíbas).

Para além de jogador, detentor do número 61, Ronnie é também capitão e proprietário do clube Inter Moengotapoe.

No currículo do político sul-americano consta a participação no golpe de Estado nos anos 80 para derrubar o antigo ditador. Atualmente, com uma ficha aberta na Interpol, é procurado pela participação em vários assaltos a bancos e suspeitas de tráfico de droga.

Ainda assim, foi visto em campo durante 54 minutos, num jogo que terminou com a derrota da equipa do Suriname por 6-0, frente aos campeões das Honduras.

Ronnie Brunswijk não pode jogar o encontro da segunda mão, caso contrário será imediatamente preso.

Proprietário de uma mina de ouro e pai de 50 filhos, o político é agora também o jogador de futebol mais velho em todo o mundo a participar numa competição oficial.